29 de jun de 2010

Vivendo por viver


Não sei mais quem sou
Perdi-me no tempo.
O tempo que você me roubou Sem ter compaixão.
Você foi o sonho que construí
O sonho que almejei
E, ao mesmo tempo, você foi
A ilusão que me dilacerou o coração.
Não sei se vivo
Não tenho mais esperança
 Pois, em você estava
A razão da felicidade.
Vivo por viver
O sonho se desfez e não mais volta.
As lembranças são torturas
De um tempo que não conforta.
Você foi à razão do desespero Foi a ilusão de um coração
Que viveu pra te amar.
Vivendo por viver
Minha angustia carrego
Em um tempo que é cruel
Posso te levar ao meu céu.

Um comentário:

  1. Obrigada por me add

    Fiquei surpresa pois de relance sua foto parecia muito comigo

    surpreendente

    Belo blog, parabéns

    ResponderExcluir